HomeADVBImprensaUM SHOW ANIMADOR NA ESPANHA

UM SHOW ANIMADOR NA ESPANHA

Hospital diz que só há 2 casos em análise, após evento para 5 mil;
no Brasil, especialista diz que teste seria arriscado

Segue a íntegra da matéria publicada no jornal O Estado de São Paulo, dia 29 de abril de 2021, sobre mercado de eventos. Antes, porém, cabe registrar considerações que expressam as recomendações da Associação dos Dirigentes de Vendas e Marketing do Brasil, presentes na declaração de Aristides Cuty, presidente da ADVB.


Espanha. Outros três países já tentam retomada de eventos

“Sempre que possível, fique em casa. Caso precise sair, observe os protocolos e saia para locais onde os protocolos (uso de máscara, afastamento social e a constante higienização das mãos) também são atendidos, por você e pelos demais frequentadores”, Aristides Cury, presidente da ADVB.

UM SHOW ANIMADOR NA ESPANHA

Um show para 5 mil pessoas, no mês passado, em Barcelona, animou os pesquisadores envolvidos em estudos sobre a transmissão do novo coronavírus. Não houve sinais de contaminação dos participantes do evento, que adotou protocolos de prevenção, como teste de covid antes e depois do espetáculo.

Um show para 5 mil pessoas realizado no mês passado em Barcelona, na Espanha, trouxe resultados animadores. Segundo pesquisadores envolvidos no ensaio, não houve sinais de transmissão do coronavírus durante o evento, que seguiu uma série de protocolos de prevenção. Em agosto do ano passado, a Alemanha já havia feito um show para 1,2 mil pessoas e a conclusão foi a mesma.

“Não há nenhum sinal sugerindo transmissão dentro do evento”, anunciou Josep Maria Llibre, médico do hospital catalão Germans Trias i Pujol. De acordo com o médico, foram registrados apenas seis casos positivos 15 dias depois do show, de 27 de março. Os organizadores afirmam que quatro casos não tiveram origem no evento.

O infectologista Boris Revollo disse à AFP que há uma “porcentagem altíssima” de chance de as outras duas pessoas não terem se infectado no dia do show. “Pode-se dizer que não houve ‘super transmissão’ durante o evento”, afirmou.

Em Barcelona, os participantes tiveram de usar máscara PFF2, mas não precisaram manter distanciamento. Eles também foram submetidos a testes de covid antes e depois do evento. O show foi da banda espanhola Love of Lesbian.

As iniciativas fazem parte de testes que estão sendo conduzidos por ao menos quatro países europeus em uma tentativa de achar alternativas seguras para a retomada do setor de eventos mesmo em meio à pandemia de covid-19. Espanha, Inglaterra, Alemanha e Holanda organizaram uma série de shows, congressos e partidas de futebol com centenas ou até milhares de pessoas para entender como ocorre a transmissão do coronavírus entre os participantes.

Para a epidemiologista Ethel Maciel, professora da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes), um ensaio como esse não poderia ser feito no Brasil. “Com transmissão acelerada, juntar dez pessoas já é um problema enorme”, diz, ressaltando que o risco seria grande porque os testes não são 100% confiáveis.

Clique aqui e confirma a matéria direto da fonte: Jornal O Estado de São Paulo, 29 de abril de 2021

RELATED ARTICLES
spot_img
spot_img
spot_img