HomeNOTÍCIASADVBVendedores precisam ser superlativos.

Vendedores precisam ser superlativos.

BV_100_Vendedores precisam ser superlativos

Hoje é um dia especial para o Blog do vendedor. Um dia superlativo. Estamos publicando, com responsabilidade e boa intenção, nosso 100º post. Já leu quantos? Compartilhou algum?

Nosso post inaugural, em 18/02, iniciou com uma provocação – “Numa escala de um a dez, onde você se percebe como vendedor ou vendedora”? e terminou com o singelo convite a toda comunidade de vendas: “Bem-vindo ao blog do vendedor”.

Então, agradecemos suas visitas à página, esperamos vê-los muitas vezes mais e renovamos o convite: escrevam para o blog, compartilhem ideias, experiências, conhecimentos.

O superlativo do título é, também, uma provocação e um desafio que todos os profissionais de vendas precisam assumir e superar, às vezes todo dia.

No competitivo processo de venda é fácil esmorecer, desanimar, duvidar de si, do produto, do mercado, da economia e de tudo o mais. Daí é um pulo para pensar pequeno, esperar o menos e aceitar o pouco.  Até a linguagem fica contaminada: falamos em conseguir pelo menos um pedidinho, conquistar um clientinho, fechar um negocinho.

Vendedores ficam sufocados com esses sufixos diminutivos.

Vendedores precisam pensar grande, mas isso não significa aceitar ou criar metas impossíveis, nem se iludir com padrões de desempenho fora da realidade. Ao contrário, vendedores bem sucedidos são igualmente otimistas e realistas.

Números em vendas são escritos com boa análise e precisão matemática, mas também são decorados, embelezados com esperança e fé.

O jogo de vendas é fazer um excelente trabalho, conquistar um grande cliente, fechar um grande negócio e dar, todo dia, uma importante contribuição que melhora os negócios e beneficia a sociedade como um todo. Contribuição superlativa!

Alfredo Duarte, professor da Academia de Vendas ADVB.

alfredoduarte@terra.com.br

RELATED ARTICLES
spot_img
spot_img
spot_img